AMASE

ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DE SERGIPE

Acesso Rápido
TJSE

Portal
TRIBUNAL DE JUSTIÇA

TJSE Intranet

Intranet
TRIBUNAL DE JUSTIÇA

TJSE Webmail

Webmail
TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO

Portal
DIÁRIO DA JUSTIÇA

TRE-SE Intranet

Intranet
Tribunal Regional Eleitoral

Presidente da AMASE se reúne com diretoria da OAB/SE
ARACAJU/SE - 09 de Julho de 2019

reunião oab.jpg

O presidente da AMASE – Associação dos Magistrados de Sergipe -, juiz de Direito Gustavo Plech, recebeu a diretoria da OAB-Seccional Sergipe, na sede da associação, na manhã desta terça-feira, dia 9, para discutirem assuntos de interesse da magistratura e da advocacia sergipana. Um dos temas tratados foi a questão do quadro de dativos de advogados.
 
“Para a AMASE foi uma honra receber diretores da OAB, inclusive ex-alunos que integram o quadro da direção atual. Foi uma visita amistosa  onde a gente pode  debater alguns temas de interesse comum e a ideia é que a gente sempre possa resolver as questões de interesse da magistratura e da advocacia, sentando, conversando e conseguindo chegar a um denominador comum, e deixando sempre para última hipótese órgãos de correição tanto da OAB quanto do Tribunal de Justiça. A ótica é construir um caminho que é interessante para magistratura e para advocacia, o canal sempre está aberto e vamos manter outras reuniões”, afirmou Plech.
 
Na reunião desta terça-feira, a questão do quadro de dativos foi tratada mais especificamente. “É possível melhorar em alguns aspectos, a OAB tem uma proposta o Tribunal de Justiça estava construindo também uma outra proposta e a AMASE tem interesse também em participar para tentar intermediar e daí saia uma resolução que possa atender aos interesses de todos, uma resolução justa que respeite as prerrogativas dos magistrados e também as prerrogativas dos advogados”, concluiu.
 
Estiveram presentes na reunião, além do presidente da AMASE, Gustavo Plech, o presidente da Seccional Sergipe da OAB, Inácio Krauss, a vice-presidente, Ana Lúcia Dantas, o secretário-geral Aurélio Belém, e o conselheiro Joaby Gomes.