AMASE

ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DE SERGIPE

Acesso Rápido
TJSE

Portal
TRIBUNAL DE JUSTIÇA

TJSE Intranet

Intranet
TRIBUNAL DE JUSTIÇA

TJSE Webmail

Webmail
TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO

Portal
DIÁRIO DA JUSTIÇA

TRE-SE Intranet

Intranet
Tribunal Regional Eleitoral

AMB participa da abertura do 3º Seminário Mulheres no Sistema de Justiça
ARACAJU/SE - 03 de Abril de 2019

seminario mulher.jpg

A juíza Patricia Cunha Paz, secretária de Gênero e da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar da AMB, representou a entidade na solenidade de abertura do 3º Seminário Mulheres no Sistema de Justiça: trajetórias e desafios, realizada na noite desta segunda-feira (1º), no auditório do Conselho da Justiça Federal (CJF), em Brasília. O evento é promovido em conjunto pela AMB, Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra).

Além da magistrada, fizeram parte da mesa o ministro Sebastião Reis, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a conselheira Maria Tereza Uille Gomes, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Cíntia Menezes Brunetta, secretária-geral da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados Ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira (Enfam), e as seguintes integrantes de diretoria de associações representativas da Magistratura: Aline Alves e Gabriela Sales (Ajufe); Luciana Paula Conforti (Anamatra); e Isabella Karen Araújo Simões (Anadef).

Em sua participação, Patricia Cunha afirmou que o seminário possibilitará o diálogo entre as carreiras e propiciará a identificação dos problemas e desafios comuns em relação à temática. “Poderemos buscar soluções para estes desafios, visando a implementação da Resolução 255/2018, do CNJ, que institui a Política Nacional de Incentivo à Participação Institucional Feminina no Poder Judiciário”, disse, ao destacar programação prevista para esta terça-feira (2), que contará com palestras e grupos de trabalhos.

Após a solenidade, a professora Flávia Biroli, do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB), proferiu a palestra “Poder Judiciário, mulheres e democracia”, e em seguida foram entregues as premiações do I Prêmio Equidade de Gênero no Sistema de Justiça.

A coordenadora da Justiça Federal da AMB, Renata Lotufo, recebeu menção honrosa na categoria I – Poder Judiciário Brasileiro, com o curso semipresencial de formação continuada, intitulado “Encarceramento Feminino Visto de Perto: Gênero, Maternidade e Prisões Estrangeiras”. “O curso contou com palestras interdisciplinares, visitas a presídios, oficinas e uma atividade de realidade virtual”, disse a magistrada em vídeo reproduzido durante o evento. Ela não compareceu ao evento por conta de outro compromisso, mas foi representada pela juíza federal Natália Luchini, também organizadora do curso.

Na categoria Sistema de Justiça, o Grupo de Estudos Interinstitucionais sobre Igualdade de Gênero no Poder Judiciário e Ministério Público no âmbito do Paraná, do qual faz parte a magistrada Flávia da Costa Viana, secretária-adjunta de Relações Internacionais da AMB, recebeu também menção honrosa.