AMASE

ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DE SERGIPE

Acesso Rápido
TJSE

Portal
TRIBUNAL DE JUSTIÇA

TJSE Intranet

Intranet
TRIBUNAL DE JUSTIÇA

TJSE Webmail

Webmail
TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO

Portal
DIÁRIO DA JUSTIÇA

TRE-SE Intranet

Intranet
Tribunal Regional Eleitoral

Coordenadora da Mulher do TJSE recebe homenagens por trabalhos desenvolvidos
ARACAJU/SE - 07 de Novembro de 2018

dra iracy.jpg

A Juíza Iracy Mangueira, Coordenadora da Mulher do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), recebeu dois Votos de Louvor em homenagem ao trabalho desenvolvido para o combate à violência doméstica e familiar contra a mulher. Um deles foi da Comissão Estadual dos Direitos da Mulher de Sergipe e o outro da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da seccional sergipana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
 
Em ofício enviado à Presidência do TJSE, a OAB destacou que reconhece a “relevante contribuição da Coordenadoria da Mulher no aprimoramento da prática profissional dos que laboram no atendimento à mulher e à família em situação de violência”. A Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da OAB/SE, Adélia Pessoa, ressaltou que a magistrada atua com “dinamismo e talento na construção da rede de enfrentamento à violência contra a mulher”, tecendo parcerias necessárias e obtendo resultados profícuos.
 
“Agradeço tanto à OAB quanto ao Conselho Estadual dos Direitos da Mulher. Esses Votos de Louvor são um reconhecimento ao nosso trabalho. Nos últimos dois anos, pontuamos questões de extrema importância, uma delas a capacitação dos atores que trabalham com o enfrentamento à violência doméstica, e a outra o Projeto Interior em Rede”, disse a magistrada, lembrando que foram realizadas capacitações tanto para o público interno, com servidores e magistrados, como para o externo.
 
As capacitações para o público externo foram decorrentes de parcerias através de Termos de Cooperação assinados com o TJSE. “O da Polícia Militar já existia e, ano passado, durante a segunda edição da Semana da Justiça pela Paz em Casa, assinamos com a Polícia Civil, cujo objetivo é a sensibilização dos policiais sobre questão de gênero e, posteriormente, o atendimento prestado à mulher nas delegacias de polícia”, explicou Iracy.
“Já o Projeto Interior em Rede está inserido no Planejamento Estratégico do TJSE. Tem como escopo articular e fomentar a criação e articulação das redes locais, identificando os equipamentos existentes em cada município, promovendo sobretudo a reflexão dessa rede sobre as relações horizontais que devemos travar nesse atendimento à mulher vítima de violência”, completou a magistrada, pontuando que as ações do Judiciário são importantes para o combate à violência contra a mulher, mas que também é necessário o fomento de políticas públicas.
 
Conforme Iracy Mangueira, os recentes reconhecimentos são frutos de uma construção coletiva gestada a partir das parcerias com a Rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, bem como do compromisso histórico do TJSE com a temática. “Aproveito para agradecer a todas as Coordenadoras que me antecederam, pela pavimentação do caminho e maestria com a qual conduziram os trabalhos. Importante, ainda, ressaltar que contamos com uma equipe integrada por profissionais que possuem expertise na área e que assessoram o Tribunal há algum tempo”, agradeceu a Juíza.
 
Fonte: Agência de Notícias do TJSE