AMASE

ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DE SERGIPE

Acesso Rápido
TJSE

Portal
TRIBUNAL DE JUSTIÇA

TJSE Intranet

Intranet
TRIBUNAL DE JUSTIÇA

TJSE Webmail

Webmail
TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO

Portal
DIÁRIO DA JUSTIÇA

TRE-SE Intranet

Intranet
Tribunal Regional Eleitoral

Presidente da Amase participa de Curso de Media Training promovido pela AMB
ARACAJU/SE - 12 de Setembro de 2018

treinamento.jpg

 
Com palestras, simulação de entrevistas e dinâmicas de grupo, 18 presidentes de associações filiadas e membros da diretoria foram capacitados para aperfeiçoar os mecanismos de interação com a imprensa e desenvolver as habilidades para uma comunicação efetiva e o gerenciamento de situações de crise. A segunda edição do curso de Media Training promovido pela AMB ocorreu, nesta terça-feira (11), em Brasília.
 
Ao abrir a capacitação, a coordenadora da iniciativa, Julianne Marques, que é vice-presidente de Direitos Humanos da AMB e presidente da Asmeto, deu as boas-vindas para a segunda turma, ressaltando que a primeira foi uma experiência produtiva e muito bem recebida pelos participantes. A vice-presidente informou que além das duas edições do Media Training e do Workshop de Orçamento e de Finanças Públicas – oferecido em junho de 2018 –, “a AMB já se programa para fazer o curso de processo legislativo para fechar a capacitação de presidentes e diretorias em temas importantes para o associativismo”.
 
O jornalista Júlio Mosquéra, da Rede Globo, falou aos participantes sobre o funcionamento da imprensa, os valores da notícia para os jornalistas e situações de crise. O treinamento, ministrado pela CDN Comunicação, contou ainda com a participação de outros profissionais, entre os quais fonoaudióloga e equipe de vídeo para gravar as entrevistas de estúdio e coletiva de imprensa.

Ao final ocorreu avaliação dos trabalhos, com a indicação de pontos fortes e fracos, bem como os desdobramentos e ações complementares necessárias para assegurar um processo de melhoria contínua no trato da questão da comunicação e da relação com a imprensa.
Os magistrados receberão um CD com o conteúdo do treinamento e um certificado de participação no curso.
 
Participaram do Media Training os presidentes das associações Marcos de Oliveira Pinto (Amase), Herval Sampaio Júnior (Amarn), Silvio Cesar Maria (Amepa), Maurício Torres (Amagis-MG), Jussara Schittler (AMC), Andrea Cristina Bunn (Amatra XII), Cícero Renato Albuquerque (Amarr), Getúlio Correa (Amajme), Edmundo Franca (Amajum), que também é assessor da presidência da AMB, Geraldo Dutra (Amapar), também secretário de Relações Internacionais da AMB, e Daniel Peçanha (Amages – presidente eleito). Também esteve presente Daniela Agapito, da Amages.

Da diretoria da AMB, participaram Jerson Gubert, vice-presidente de Assuntos Legislativos; Paulo César Neves, vice-presidente de Políticas Remuneratórias; Paulo Adib Casseb, coordenador da Justiça Militar; Walter Barone, secretário-adjunto de Relações Internacionais; Michelini Jatobá, secretária de Pesquisas e Estatísticas Judiciárias e membro da Secretaria de Assuntos Institucionais; e Leonardo Trigueiro, da Secretaria de Assuntos Legislativos.
 
Confira os depoimentos dos participantes:
 
“É uma grande iniciativa por parte da AMB. Os magistrados precisam ter conhecimento sobre o assunto e saber como lidar com a imprensa. Os magistrados precisam saber como passar a informação de forma clara e objetiva para a sociedade. Então, é salutar a iniciativa da AMB e essa preparação vai gerar efetivamente repercussão na condução das informações pelos magistrados e pelas associações. Acho que esse curso deva ser replicado no âmbito de cada estado.”
Cícero Renato Albuquerque, presidente da Associação dos Magistrados de Roraima (Amarr)
 
“O curso foi de extrema importância. Muito positivo no sentido de fazer com que possamos nos comunicar melhor. Essa comunicação entre o Judiciário e a sociedade através dos meios de comunicação tem sido uma preocupação permanente e saber como se manifestar junto à imprensa torna a mensagem que desejamos transmitir mais objetiva, mas entendível e de maior alcance para a população. Só tenho a elogiar o curso e dizer que os resultados foram além da expetativa”.
Marcos de Oliveira Pinto, presidente da Associação dos Magistrados de Sergipe (Amase)
 
“A iniciativa da AMB foi simplesmente fantástica. Os magistrados brasileiros não sabem se comunicar, regra geral. A comunicação hoje é a base de tudo. Não adianta a gente sabe decidir, saber fazer tecnicamente o que nós estamos imbuídos como tal por força da Constituição, se a gente não consegue se comunicar, repassar as informações necessárias que a população precisa em relação ao Judiciário. A AMB age muito bem em trazer os presidentes das associações para que a gente possa tecnicamente estar preparado para lidar melhor com a imprensa. Foi uma experiência fantástica. A AMB deve continuar insistindo não só para seus presidentes, mas para repassar esse curso para maior quantidade de associados possíveis”.
Herval Sampaio Júnior, presidente da Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte (Amarn)
 
“Parabenizo a AMB pela iniciativa de ter oportunizado a todos os presidentes de associações um curso dessa natureza. A gente precisa ter preparação e conhecimento do que deve ser falado e como deve se expressar para que a gente não possa ser mal interpretado, para que não deturpem as nossas declarações.”
Silvio Cesar Maria, presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Pará (Amepa)
 
“A iniciativa da AMB nos dá uma bagagem para nos comunicar corretamente, para falar com a imprensa e passar as demandas e informações do Judiciário. É muito importante termos a técnica correta de falar, estar preparados com os argumentos certos para as respostas e tomar cuidado com o que se fala. Precisamos ter esse traquejo para falar com a imprensa de forma correta”.
Maurício Torres, presidente da Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis-MG)
 
“A Magistratura cada vez mais é chamada a prestar esclarecimentos para a sociedade e é importante que os juízes estejam preparados para esse relacionamento com a comunidade e também com a imprensa. Esse treinamento que foi dado pela AMB permite que a gente possa aprimorar aquilo que a gente sabe porque nós temos muito conteúdo, mas encontramos dificuldade em transmitir esse conteúdo para a sociedade.”
Jussara Schittler, presidente da Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC)
 
“Achei válido que conseguimos aprender várias táticas e alternativas de como trabalhar com a imprensa. Foi fantástico”.
Andrea Cristina Haus Bunn, presidente da Associação dos Magistrados Trabalhistas da 12ª Região (Amatra XII)
 
“O Poder Judiciário, como qualquer instituição, está sujeito a críticas e é importante que ele tenha noção do papel da imprensa e a forma de comunicação ideal para se responder às indagações e às dúvidas. É uma excelente experiência, especialmente esse contato com os jornalistas que mostraram o papel deles e como deve ser respondida as questões”.
Getúlio Correa, presidente da Associação dos Magistrados das Justiças Militares Estaduais (Amajme)
 
“É sempre relevante o aprendizado de se lidar com a sociedade e a via mais adequada para se comunicar são os meios de comunicação, a imprensa, de modo geral. Então, é valioso um encontro como esse, no qual os jornalistas fazem uma interface com os magistrados, apresentando a experiência deles e os magistrados incorporando esses ensinamentos. A Magistratura brasileira, em sua história, sempre foi muito fechada em seus gabinetes”.
Edmundo Franca, presidente da Associação dos Magistrados da Justiça Militar da União (Amajum) e assessor da presidência da AMB
 
“O curso foi muito interessante. Existe uma dificuldade natural, em geral, dos juízes para se comunicar com a imprensa. Nós não fomos treinados para esse tipo de situação. Então, existe a necessidade realmente dessas informações para os magistrados conseguirem se comunicar de forma melhor com a imprensa. O curso serviu à finalidade de melhorar a percepção dos juízes de como deve ser esse relacionamento e essa forma de comunicação”.
Geraldo Dutra, presidente da Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar) e secretário de Relações Internacionais da AMB
 
“Fico muito agradecido pela AMB ter me convidado a participar desse curso tão importante para que a gente aprenda a lidar com a imprensa, como nos comportar diante das câmeras, o que é muito importante. Durantes muitos anos, a Magistratura não se importou em como mandar o seu recado, em como se comunicar com os meios de comunicação. E, agora, a AMB nos deu essa oportunidade, que acho que tem que ser replicada nos estados”.
Daniel Peçanha, presidente eleito da Associação dos Magistrados do Espírito Santo (Amages)
 
“O curso de Media Training é muito importante para que possamos ter contato com a imprensa, receber de profissionais da imprensa como lidar com a sociedade, como a sociedade enxerga o Judiciário e como podemos responder adequadamente as questões que nos direcionarem”.
Jerson Gubert, vice-presidente de Assuntos Legislativos da AMB
 
“Vejo com muita alegria e reconheço a importância desse curso, porque nos dias de hoje o magistrado tem que estar preparado para poder lidar com a imprensa e com a sociedade em geral. É muito importante a gente estabelecer um canal de comunicação para não só divulgar as nossas ações, mas também desenvolver com a sociedade um diálogo sobre as questões importantes que atormentam a nossa comunidade”.
Paulo Cesar das Neves, vice-presidente de Políticas Remuneratórias da AMB
 
“Parabenizo a AMB, toda a direção e o Jayme de Oliveira, por essa iniciativa de trazer o curso para nós, porque o ponto principal hoje em dia na luta da Magistratura é nos fazer entender e a comunicação é fundamental para isso. Tivemos exposições importantes de jornalistas consagrados trazendo esse debate, dicas importantes de relacionamento com a imprensa e com a sociedade pelos meios de comunicação contemporâneos”.
Paulo Adib Casseb, coordenador da Justiça Militar da AMB
 
“Gostaria de parabenizar o presidente Jayme de Oliveira por essa iniciativa. É muito importante a qualificação dos representantes da Magistratura para poder lidar com a imprensa, porque temos que ser capazes de passar nossa mensagem. Essa capacitação favorece a comunicação positiva, que sejamos capazes de transmitir a mensagem de forma correta e com a ideia, como foi dito e explicado, de que o jornalista não está como inimigo, mas sim apenas alguém que está fazendo o trabalho dele e quer informação. Cabe a nós sabermos dar a informação correta e é isso que esse treinamento está proporcionando”.
Walter Barone, secretário-adjunto de Relações Internacionais da AMB
 
“O curso está sendo riquíssimo, com muitos conhecimentos. É muito positiva essa ação da AMB de um curso direcionado para preparar os magistrados para lidar com a imprensa, para conseguirmos aprimorar a nossa comunicação com a sociedade. A capacitação foi fantástica”.
Michelini Jatobá, secretária de Pesquisas e Estatísticas Judiciárias e membro da Secretaria de Assuntos Institucionais da AMB
 
“É fundamental para a Magistratura brasileira melhor conhecer o trabalho da imprensa, a forma como a imprensa se comunica e, sobretudo, como recebe as informações. É importante para a Magistratura que a opinião pública tenha informações fiéis de posse dessas informações verdadeiras. E que a imprensa melhor conheça o trabalho do Poder Judiciário a atividade desenvolvida pelo Judiciário e o trabalho, obviamente, desenvolvido pelos juízes brasileiros”.
 
Leonardo Trigueiro, integrante da Secretaria de Assuntos Legislativos da AMB